Jovem é detido após ameaçar sogro no bairro Vila Bela em Serra Talhada

SIRENE-DA-POLICIA-NOVA2

 

 

 

Um jovem de 19 anos foi detido pela polícia após ameaçar o seu sogro na tarde dessa quinta-feira (23), no bairro Vila Bela em Serra Talhada-PE.

Policiais Militares do 14° BPM se deslocaram para o endereço da ocorrência, onde a vítima F. F. de S., 41 anos, informou que estava sendo ameaçada pelo imputado F. V. S., vulgo “Neguim”, que  é companheiro de sua filha menor, e que é contra o relacionamento dos dois e por isto sofre ameaças do acusado.

As partes foram encaminhadas a DP para as devidas providências.

Pernambuco lidera reajuste de imposto sobre herança e doações, diz agência

moedas_real_dinheiro_economia

A alíquota do imposto sobre heranças ou doações, o ITCMD (Imposto sobre a Transmissão Causa Mortis e Doação), subiu em 13 dos 26 estados mais o Distrito Federal, segundo um levantamento da Ernst & Young (EY) divulgado nesta quinta-feira (23). A pesquisa levou em conta a legislação vigente em todos os distritos.

O ITCMD é um tributo estadual que incide sobre o valor de venda (valor venal) de bens ou direitos, como imóveis, veículos, ações e dinheiro, quando eles são transmitidos a herdeiros em caso de morte, ou por doações feitas em vida. As alíquotas cobradas sobre heranças podem ser diferentes das de doação, conforme a regra de cada estado.

Maiores altas

Pernambuco foi o estado recordista em aumento do imposto, segundo a pesquisa. Até 2015, o estado cobrava alíquota de 5% sobre heranças e 2% sobre doações. Hoje, os dois casos são taxados em 8%, percentual máximo permitido pela legislação nacional.

Os estados de Tocantins, Paraíba, Mato Grosso e Ceará também passaram a cobrar dos contribuintes a alíquota máxima (8%) tanto para heranças como para doações. O Rio de Janeiro subiu o percentual cobrado no ITCMD de 4% para 5%, em ambas situações.

Por outro lado, mantiveram até agora a alíquota para herança e doações, vigente em 2015, estados como São Paulo, Bahia, Amazonas, Minas Gerais, Espírito Santo e Santa Catarina.

Veja os distritos que subiram as alíquotas sobre doações (2015 a 2017):

  • Ceará: 4% para 8%
  • Distrito Federal: 4% para 6%
  • Goiás: 4% para 8%
  • Mato Grosso: 4% para 8%
  • Mato Grosso do Sul: 2% para 3%
  • Paraíba: 4% para 8%
  • Pernambuco: 2% para 8%
  • Rio de Janeiro: 4% para 5%
  • Rio Grande do Norte: 3% para 6%
  • Rio Grande do Sul: 3% para 4%
  • Tocantins: 4% para 8%

Veja os distritos que subiram as alíquotas sobre herança (2015 a 2017):

  • Distrito Federal: 4% para 6%
  • Goiás: 4% para 8%
  • Mato Grosso: 4% para 8%
  • Mato Grosso do Sul: 4% para 6%
  • Paraíba: 4% para 8%
  • Pernambuco: 5% para 8%
  • Piauí: 4% para 6%
  • Rio de Janeiro: 4% para 5%
  • Rio Grande do Norte: 4% para 6%
  • Rio Grande do Sul: 4% para 6%
  • Sergipe: 4% para 8%
  • Tocantins: 4% para 8%

Comparação com outros países

Apesar do aumento da taxa em vários estados brasileiros, o teto da alíquota de 8% estabelecido no Brasil para o ITCMD ainda está muito abaixo do de outros países, mostra o levantamento.

Nos Estados Unidos, o limite máximo de taxação é de 40%; na Alemanha, 50%, e na França , que é recordista da lista e com uma forte política de taxação em grandes heranças, 60%, de acordo com o valor do benefício, segundo a EY. (G1)

86087d30

Oito são condenadas por desvios de verba que seria para carnaval no interior de Pernambuco

Resultado de imagem para justiça federal de pernambuco

Oito envolvidos na destinação irregular de R$ 1,1 milhão foram condenados pela Justiça Federal em Pernambuco. O dinheiro, vindo do Ministério do Turismo e da Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur), deveria ter sido utilizado no projeto “Festividades Carnavalescas”, mas os festejos não ocorreram, segundo o Ministério Público Federal (MPF). Ainda cabe recurso.

O caso é de 2009. Os eventos deveriam ter ocorrido em São José, Itambé, Cupira, Ipubi, Jucati e Belém de Maria. A investigação aponta que havia um esquema ilícito para favorecer empresas e seus sócios por meio de contratações ilegais feitas pela Empetur e pagas, principalmente, com recursos públicos federais.

Para fraudar as licitações, o MPF apontou que o grupo utilizava manipulação das datas dos contratos, uso de declarações forjadas de autoridades municipais e apresentação de notas fiscais fraudulentas. O órgão aponta ainda que não houve também a prestação de contas do convênio do Ministério Público, que destinou R$ 990 mil para as Festividades Carnvalescas, e a Empetur, cuja contrapartida foi de R$ 110 mil.

Foram condenados o ex-presidente e ex-superintendente administrativo e financeiro da Empetur à época, respectivamente José Ricardo Diniz e Elmir Leite de Castro, bem como três empresas promotoras de eventos e seus representantes: Walter Henrique Schneider Cavalcanti Malta-ME e Walter Henrique Schneider Cavalcanti Malta; Simone Cibelle da Silva Souza-ME e Simone Cibelle da Silva Souza; Márcia Roberta Alvez Paiva-ME e Márcia Roberta Alvez Paiva. O G1 tentou, mas não conseguiu, localizar a defesa dos envolvidos.

A decisão da 3ª Vara Federal em Pernambuco, determina o ressarcimento integral do prejuízo causado aos cofres públicos, corrigido monetariamente; suspensão dos direitos políticos por cinco anos; proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios fiscais ou creditícios, também por cinco anos; e pagamento de multa nos valores de R$ 2,2 milhões para José Ricardo Diniz e Elmir de Castro, cada um; R$ 978 mil para Walter Henrique Schneider Cavalcanti Malta; R$ 788 mil para Simone Cibelle da Silva Souza; e R$ 434 mil para Márcia Roberta Alvez Paiva.

O MPF aponta que os condenados também são réus em outro processo, também por suspeita de desvios do Ministério do Turismo, no valor de R$ 2,13 milhões, que deveriam ter sido destinados ao projeto Festejos Natalinos, em 2008. (G1)

Em Pernambuco, taxa de desocupação sobe 41,7% no fim de 2016

Imagem relacionada

Em Pernambuco, o desemprego atingiu 634 mil pessoas no último trimestre de 2016, segundo dados divulgados, na quinta-feira (23), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com a Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílios (Pnad) Contínua, o número cresceu 3,3% em relação ao semestre anterior. Na comparação com o mesmo trimestre de 2015, o crescimento da quantidade de desempregados foi de 41,7%. Isso significa que mais 187 mil pessoas ficaram sem trabalho no intervalo de um ano.

Ainda segundo a pesquisa, a taxa de desocupação no estado no último trimestre de 2016 foi de 15,6%, número que representa o maior percentual da série de Pernambuco, iniciada em 2012, e capaz de superar os 12% registrados no Brasil. Os dados ainda apontam que o Nordeste foi a única região do país em que os homens são maioria entre a população desempregada e representam 51,3% dos desocupados.

Há dois anos sem trabalho, o operador de máquinas Daniel José Ferreira engrossa as estatísticas da região. Depois de atuar como fiscal de loja no último emprego, a empresa usou a redução de custos como uma justificativa para dispensá-lo. “Desde então, tenho me virado vendendo frutas na rua para ganhar dinheiro. A pessoa precisa se virar como pode”, comenta o morador do município de Camaragibe, no Grande Recife.

Improvisando para ampliar a renda, Daniel faz parte dos 30,2% que trabalham por conta própria no Nordeste, percentual que perde apenas para os 31,7 pontos percentuais registrados na região Norte. No Brasil, 24,5% das pessoas ocupadas trabalharam por conta própria no último trimestre de 2016.

Apesar de não ter um emprego formal, o trabalhador busca na a Agência do Trabalho, no Centro do Recife, oportunidades que possam ampliar a renda. “Vou providenciar a minha carteira de trabalho para facilitar na hora de procurar e arranjar emprego. O que aparecer, eu quero”, comenta.

Nível nacional

De acordo com a Pnad, 24,3 milhões de brasileiros estavam desempregados e subocupados no último trimestre do ano passado. Com esse número, o país registrou uma taxa de subutilização de 20,6% da sua força de trabalho em 2016.

A cor da pele também fez parte da pesquisa e, segundo as estatísticas do IBGE, a taxa de desocupação entre as pessoas pretas e pardas, de 14,4% e 14,1%, respectivamente, ficaram acima da média nacional da taxa de desocupação, de 12%. Para os brancos, o percentual registrado foi de 9,5%. (G1)

Policiais civis aposentados de PE são autorizados a voltar ao trabalho para reforçar combate a crimes

Resultado de imagem para policia civil pe

O governo de Pernambuco editou, nessa quinta-feira (23), o decreto no. 44.146, que autoriza policiais civis aposentados a retornar ao serviço público para desempenhar atividades administrativas. Assim, o efetivo que está na ativa poderá reforçar as investigações. Essa medida de contratação imediata tem como objetivo ajudar no combate aos homicídios e crimes contra o patrimônio.

Com o decreto, até 800 servidores aposentados poderão ser chamados, após processo seletivo. O prazo para desempenhar as funções será de três anos, prorrogável por igual período. O decreto é regulamentado pela Lei Complementar no. 340, de 22 de dezembro de 2016.

Com a determinação do governo, policiais civis aposentados podem desempenhar os cargos de comissário, agente e escrivão de polícia. Dentre as funções, os servidores poderão atender ao público em delegacias e lavrar boletins de ocorrência.

O chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Joselito do Amaral, informou, em entrevista o Bom Dia Pernambuco, que 187 policiais estão prestes a ser contratados para atuar no Recife. Além desses, mais 146 homens se inscreveram para a Região Metropolitana e 219, para o interior. “Além disso, vamos reduzir o tempo de curso para permitir que os novos policiais aprovados no último concurso comecem a agir em setembro”, comentou.

Amaral afirmou que juridicamente es policiais já poderiam atuar no carnaval. Entretanto, seria necessário fazer um treinamento. Por isso, o reforço será efetivado depois dos festejos.

Números

Em 2016, ocorreram mais de 4.500 assassinatos no Estado. Os índices de homicídios registrados são considerados os piores desde 2007, quando foi criado o Pacto Pela Vida, programa que previa a redução de 12% ao ano das taxas de mortes violentas.

Em janeiro deste ajo, ocorreram 479 assassinatos. Foram 20 casos a mais do que no mesmo mês de 2007, tornando o período o mais violento em uma década.

O estado enfrenta uma onda de crimes contra o patrimônio. Em 2016, 30% das cidades de Pernambuco registraram assaltos ou explosões em bancos, de acordo com o Sindicato dos Bancários. Em janeiro de 2017, ocorreram, segundo a Secretaria de Defesa Social, 196 assaltos a ônibus. (G1)

Em Serra Talhada, adolescente é detido após quebrar móveis e ameaçar família com uma foice

sirene1

 

 

 

Um adolescente de 17 anos foi detido pela polícia após quebrar móveis e ameaçar a sua própria família com uma foice, o fato aconteceu nessa quarta-feira (22), no bairro Bom Jesus em Serra Talhada-PE.

Após serem acionados pela Central do 14º BPM, Policiais Militares da equipe ROCAM se deslocaram para a Travessa 04 a fim de averiguar uma ocorrência com arma branca. Chegando ao local, a vítima C. T. da S., 20 anos, informou que o menor é seu irmão, e que o mesmo estava de posse de uma foice e bastante agressivo, quebrando os objetos de dentro da casa, bem como havia furtado um ventilador e um aparelho de DVD.

O menor relatou que furtou os objetos para trocá-los por droga, pois é usuário. Ante o exposto, as partes e a arma branca apreendida foram encaminhados para a DPC local para adoção de medidas cabíveis.

 

Compesa comunica novos problemas na Adutora do Pajeú e desabastecimento parcial de água em Serra Talhada

ilheus-embasa-nao-explica-rodizio-reclamacoes-podem-ser-registradas-na-ouvidoria-geral

 

 

 

A Compesa (Companhia Pernambucana de Saneamento), enviou uma  nota  informando problemas elétricos na captação da Adutora do Pajeú, no município de Floresta, o que acarretará no desabastecimento de água em alguns bairros de Serra talhada. Na nota a Companhia não especifica os bairros.

Leia abaixo na íntegra a nota da Compesa:

Serra Talhada, 23 de fevereiro de 2017.

Prezados

Comunicamos que desde as 13 horas de hoje, ocorreu problemas elétricos na captação da Adutora do Pajeú em Floresta, na qual acarretará no desabastecimento de água em alguns bairros da Cidade de Serra Talhada. Após solução do problema o abastecimento de água será normalizado gradativamente.

Antecipadamente agradecemos à atenção e nos colocamos a disposição para qualquer esclarecimento.

Atenciosamente,

 

Via Caderno 1

Serra Talhada vence a primeira jogando em casa pelo Hexagonal da Permanência e rebaixa o Atlético-PE

Serra x Atlético-PE

 

 

 

Serra Talhada e Atlético-PE se enfrentaram na noite dessa quarta-feira pela 7ª rodada do Hexagonal da Permanência no estádio Nildo Pereira.O Cangaceiro, enfim, conquistou três pontos dentro de casa. Os gols do Cangaceiro foram marcados só no segundo tempo, com Lucas aos 17 minutos e Pitbull, aos 30.

Com esse resultado o Lampião saiu da vice-lanterna do hexagonal da permanência para a 2ª colocação da competição, agora a equipe Cangaceira soma 12 pontos, já o Atlético-PE ainda não pontuou e está matematicamente rebaixado para a Série A2 do Campeonato Pernambucano.

Na próxima rodada o Serra Talhada encara o Vitória-PE fora de casa, já o Atlético-PE recebe o Afogados da Ingazeira.

A rodada será finalizada nesta quinta com Flamengo de Arcoverde e Vitória-PE no estádio Áureo Bradley, às 20h, em partida que pode mudar a liderança da competição.

jogos

classificação

Número de cliente de planos odontológicos cresce em Pernambuco, apesar da crise econômica

dentista

 

 

 

Entre janeiro de 2016 e o primeiro mês de 2017, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) registrou em Pernambuco uma queda de 1,9% no número de clientes de planos de saúde de assistência médica. Apesar da crise econômica, no mesmo período, cresceu 11,5% a quantidade de pessoas que contrataram serviços de assistência odontológica.

Essa tendência registrada entre clientes de planos de saúde em Pernambuco segue uma tendência nacional. Atualmente, cerca de 2,2 milhões de pernambucanos e mais de 69 milhões de brasileiros estão cadastrados em planos médicos, de acordo com dados ANS.

No estado, no entanto, o aumento do número de pessoas que usam os planos de dentista foi maior. No Brasil, a quantidade de clientes de planos odontológicos cresceu 4,85%, na comparação entre o primeiro mês de 2016 e 2017.

De acordo com a presidente da Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde), Solange Mendes, a admissão de um plano de saúde depende da situação financeira dos usuários. Segundo ela, dois fatores são essenciais para a contratação: renda e emprego. “O mercado de planos exclusivamente odontológicos aponta tendência de crescimento para o ano de 2017 devido ao preço baixo das mensalidades e por haver uma melhora acentuada na prestação desses serviços”, observou.

Em Pernambuco, essa evolução ficou evidenciada desde o fim de 2016. O crescimento registrado em contratos odontológicos foi de 2,2%, entre dezembro do ano passado e janeiro deste ano, segundo a ANS. Para a coordenadora executiva da Associação de Defesa dos Usuários de Seguros, Planos e Sistemas de Saúde em Pernambuco (Aduseps), Renê Patriota, não é possível comemorar esse aumento.

“Com os preços altos de assistências médicas gerais, os clientes acabam optando por contratar um plano apenas odontológico para não ficar sem um auxílio privado. Entretanto, com aumento da demanda, é preciso que as empresas que prestam essas assistências mantenham a qualidade. comenta.

Reflexo da diminuição de renda e do aumento do desemprego, a ANS apontou na quinta-feira (16) uma redução de 192,2 mil beneficiários em plano de assistência médica, entre dezembro de 2016 a janeiro de 2017, em todo o país. Segundo Solange Mendes, há uma maior conscientização do consumidor em relação à necessidade da promoção da saúde bucal. Por isso, houve esse crescimento.

“Para que haja recuperação do setor, é necessária a retomada das atividades econômicas, a volta das vagas formais de emprego e, consequentemente, o acesso ao plano de saúde”, declarou Mendes.

Do G1

Homem é morto a tiros e filhos de 5 e 12 anos ficam feridos em Salgueiro

 

 

 

Um aposentado de 31 anos morreu e os dois filhos, de 12 e 5 anos ficaram feridos, em um tiroteio, na noite dessa quarta-feira (22), em Salgueiro, no Sertão de Pernambuco. O crime ocorreu na BR-232, no bairro Novo Horizonte. As duas crianças foram socorridas para o hospital local. Ninguém foi preso.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o crime foi praticado por dois homens em uma moto, que se aproximaram do carro e efetuaram vários disparos. As crianças foram socorridas em uma ambulância para o Hospital Regional e e em seguida transferidas para o Hospital Universitário (HU), em Petrolina, também no Sertão do Estado. O aposentado foi atendido pelo Corpo de Bombeiros e levado para a unidade hospitalar local, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A cena do crime foi peridicada pelo Instituto de Criminalística (IC). A polícia realizou buscas na região na tentativa de encontrar os suspeitos, mas não foram localizados. Ainda não é possível saber o estado de saúde das crianças. Por medidas de segurança, o HU não repassa informações sobre vítimas de tentativa de homicídio.

A ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia Civil de Salgueiro e um inquérito policial foi instaurado para investigar o caso. (G1)